domingo, 19 de abril de 2009

JOÃO GUARINO SABIÃO

João Guarino, pela sua simplicidade e pela atribuição de jardineiro oficial da Prefeitura Municipal de Cambuquira poderia ter passado nesta vida como outros tantos cidadãos comuns que lidam nessa profissão. Mas, o velho Guarino, como ficou conhecido, não foi assim. Tinha esmero nas coisas que fazia e os jardins da cidade no seu tempo primavam pela beleza. As podas eram feitas com cuidado e técnica apurada, a grama bem aparada e tudo era perfeito.
A casa em que morava, conhecida na cidade como Vila Natália era um pomar cheio de frutas e flores, onde na entrada se podia ver um longo canteiro de hortências e margaridas sempre floridas que, com certeza, era uma das atrações turísticas da cidade, conforme de pode ver na foto que alguém tirou daquela maravilha para posteridade.
Ele era um servidor público que vestia realmente a camisa do emprego porque gostava realmente do que fazia.
A se alguém apanhasse uma flor e ele visse! O seu modo italiano de falar já assustava qualquer moleque com segundas intenções e por isso todos o respeitavam sem ter nenhuma antipatia por ele.

Numa determinada data dos anos 60 ele ficou incumbido de cortar as frondosas árvores da Alameda do Parque devido a uma praga de pequenos
insetos que apareceu na cidade, um tal de "lacerdinha" como ficou conhecido. Foi um protesto danado por parte de alguns que ainda não sabiam da existência daquele minúsculo bichinho que não poupava os olhos de ninguém.
A queixa de alguns foi que essas árvores plantadas lá pelos anos 20, como aparecem em várias fotografias da época era uma tradição da cidade. Mas, quem experimentou a ferroada nos olhos aprovou. E, as árvores foram derrubadas e no seu lugar foram plantadas outras,"espatódias" e "magnólias" que estão por lá até hoje.
Guarino se gabava de ser bom pescador, hobby que ele adorava e nele ficou famoso. E, suas proezas nem sempre as pessoas acreditavam até que um dia resolveu mostrar a prova com alguns "dourados" dos grandes ou sei lá que peixes eram.









"__Aqui está a prova para esse povo intrometido não chamar mais a gente de mentiroso!..." E, com Braizinho Ponzo, Torininho e outros registraram o fato que ficou aí para quem quiser ver.

João Guarino Sabião foi um daqueles 100 personagens que fizeram os 100 anos de Cambuquira.

Fotos enviadas pelo seu neto Renato Braga (Filho de Zélia Maria. Esta, filha de João Guarino Sabião)

Um comentário:

Enéas disse...

O João Guarino conheci muito...Realmente era uma figura conhecida da cidade. Tenho uma história particular com ele: eu subi numa árvore, daqueles de tirar a flor prá espirrar nos outros e fiquei agarrado na cerca pontiaguda que protegia a árvore..Isso foi na rua em frente á Igreja Matriz. Hoje onde Mora a Olguinha do Chagas..aí o João Guarino gritou de longe com uma cara feiaaaaa e eu me borrei todo..Mas ele chegou e na maior educação me passou aquele "sabão" e ficou por isso mesmo...Gente fina hen Guarino..eheheheh Enéas Ferreira - BH MG